quinta-feira, 27 de novembro de 2008

.


Até meus órgãos

[cérebro

[coração

[rins

Hão de me trair um dia

E eu que julgo ser dona deles e dominá-los em totalidade



{serei traída}





(27-8-2008)

5 comentários:

Luiz Calcagno disse...

Que fatal, fatalmente, será ferido a faca? Faca da vida.

Gosto do que você escreve.
Abraço

Malu Paixão disse...

e não é que é verdade!!!
fico feliz se os meus não me abandonarem!
adorei o blog!
visite o meu se puder!
bjaummmm

Clementine disse...

Hey!
Casa nova!
Aceito biscoitos e café, obrigada!
Beijocas!

Ludi Botelho! disse...

Menina...

vc estava muito sumida em...
sinti saudades...

bjooo

Luiz Calcagno disse...

Adoro essa frase "sou uma tampa!". Onde está o link de comentários ali de cima? Adorei a imagem. Sua poesia me fez fazer outra poesia, ok? Abraço